Thursday, August 30, 2007

Leo on holidays...


O Leo chegou no dia 3 de abril. Logo que o encontramos percebemos que ele precisava de uns ajustes. Depois de quatro meses nos EUA (ainda mais em West Vi-rrrrr-ginia) seu sotaque estava um pouco desajustado. Um “R” caipira, “T” com som de “R” enrolado, umas palavras estranhas, uma pronúncia fora do padrão BBC English. Digamos que ele estava mais para Bush do que para Elizabeth II. Optamos por fazer um intensivo antes que ele passasse mais apuros nas suas viagens pela Europa. Logo programamos uma viagem para o interior da Inglaterra, onde o verdadeiro inglês ainda é cultivado na sua forma mais autêntica.

Numa manhã bem cedo pegamos o trem em King’s Cross e seguimos para Nottingham. Achou o nome familiar? Então você já leu alguma história de Robin Hood, pois esta é a terra dele. Uma cidade bem movimentada no centro da Inglaterra, 200Km ao Norte de London. Ficamos em um albergue e conhecemos a cidade toda em dois dias. Em um deles pegamos um ônibus e fomos conhecer a floresta de Sherwood, onde Robin Hood e seus foras-da-lei se escondiam. Caminhamos bastante por trilhas e bosques cheios de carvalhos e outras árvores gigantes. No centro do parque há um carvalho centenário – todo cheio de escoras para não cair – impressionante.

Depois pegamos outro trem se seguimos mais 140Km ao Norte, paramos em Sheffield e chegamos em York. Esta não é a New York, mas a original, a velha York que fica em North Yorkshire. Trata-se de uma cidade medieval muito bem preservada. O centro ainda é cercado por uma muralha construída durante o império Romano (e reconstruída muitas outras vezes depois). É possível contornar todo o centro da cidade caminhando por cima da muralha. Os portões que davam acesso a cidade também são fascinantes.

Um belo rio cruza a cidade passando por debaixo da muralha. O local é cheio de mistérios e eles aproveitam bem essa fama. Alguns contadores de histórias formam grupos para umas caminhadas no início da noite. O passeio começa do lado de fora de um pub tradicional na beira do rio e percorre todo o centro histórico. O artista vai contando os causos num clima de mistério e de vez em quando prega sustos no pessoal.

Também no centro da cidade há um grande castelo, onde hoje funciona o York Castle Museum. Muito interessante, esse museu possui uma sessão que mostra algumas ruas na era vitoriana. Tem de tudo nesta autêntica vila: bombeiros, pub, correio, polícia, lojas, barbeiro, sapataria, padaria e por aí vai. Mas sem dúvidas a jóia do lugar é a York Minster, a maior catedral gótica da Europa. É uma catedral anglicana com uma nave principal de 150 metros de comprimento e 30 metros de altura. Sempre houve uma igreja neste local desde o ano 627 (isso mesmo, 627) mas a atual construção teve inicio em 1220 e só foi terminada em 1472! (Curiosidade: o cristianismo chegou em York por volta do ano 300.) Visitamos a catedral no domingo pela manhã e participamos do culto de páscoa.

Outro fato importante na história de York foi a invasão dos vikings (os loiros chifrudos da Escandinávia). Por volta do ano 850 eles ficaram cansados do frio que fazia por lá e decidiram tentar a sorte mais ao Sul invadindo a Grã-Bretanha. Resultado: dominaram York (que foi chamada Jorvik) e ocuparam o local por 200 anos, até serem expulsos. Há um campo arqueológico muito grande na cidade que já desvendou muitas coisas sobre os hábitos e costumes desse povo.


Passamos três dias em York antes de pegarmos o trem direto para London. Como resultado, o Leo ainda voltou falando um pouco de American English, mas já melhorou bastante. Pelo menos agora ele sabe que esteve viajando “on holidays” e não “on vacation”.

Uma rápida passada pelas fotos: Lá em cima você vê o trio na entrada da Sherwood Forest; na segunda, Leo e Lilian no centro de Nottingham; terceira, Guto e o velho carvalho de Sherwood; quarta, Lilian caminhando na muralha de York (repare na York Minster ao fundo); quinta, Leo na muralha; sexta, o portão de Micklegate Bar (onde alguns perderam a cabeça); sétima, Guto e Lilian "dentro" de uma antiga abadia; oitava, Leo e Lilian quebrando a cabeça no Sudoku; nona, Lilian e sua despedida; e última, York Minster. Você também pode acompanhar a viagem pelo mapa abaixo.

Nottingham e York
7-10/04/2007
Eat Anglia







7 comments:

Denise said...

Olá filhos amados...
já estava com saudade de mais novidades nesse blog... é uma delícia ler as coisas que vcs postam aqui. Ler esse blog é cultura ... rsrsrsr. A gente sempre aprende muito, além de constatar que morar por aí tem suas compensações... Qualquer dia vamos chegar aí pra uns passeios bonitos assim... Imensa saudade... amo vcs... Beijos

Leo Assi said...

rsrs...
tudo bom com vcs?
que saudade hein! lendo o post, fui lembrando de cada parte dessa viagem... muito bom hein!!
só faltou o bonezinho que decolou da muralha e deu um trabalhão, a família que não sossegava pra tirar a foto em frente ao Major Oak (e a vovozinha com a camera), e outros detalhes.. rsrsrs..
abração,
LEO

Mirian Martin said...

É... eu, daqui de Sampa, viajo junto com vocês. Um grande beijo!

Sheilocas said...

O que?!? Sherwood Forest?
Meninos, só falta eu aí cantando igual a Fiona e explodindo todos os passarinhos!!!!
Oh ohhhh oh ohhhh....
:P
Que delícia de passeio... E com sol...
Saudades!
Bjs
Sheilocas

Elisabeth said...

Good post.

Anonymous said...

I found this site using [url=http://google.com]google.com[/url] And i want to thank you for your work. You have done really very good site. Great work, great site! Thank you!

Sorry for offtopic

Anonymous said...

Who knows where to download XRumer 5.0 Palladium?
Help, please. All recommend this program to effectively advertise on the Internet, this is the best program!